Itens Relacionados 

Cinema, Gastronomia

O cinema e a gastronomia


coppola

Grandes diretores de cinema costumam mostrar a dissociação da realidade por meio de uma mesa posta. Poderia citar vários filmes que mostram esta minha tese. “E la nave va” (1983), de Federico Fellini (1920-1993), por exemplo, ou “Maria Antonieta” (2006), da americana Sofia Coppola, que acompanha a história da rainha consorte até o início da Revolução Francesa.

No filme de Coppola, a mesa palaciana está sempre presente. Em entrevista, na época, a diretora chegou a dizer que a produção do filme contratou a marca de macarons Ladurée para as cenas em que a família real estava à mesa. O resultado são esculturas de doces com cores entre o branco, rosa e azul claro, ao redor dos quais a ação do filme acontece.

Os italianos são mestres em levar a gastronomia ao cinema. Em “A Comilança” (La Grande Bouffe, 1973), Marcello Mastroianni se reúne com três amigos numa cabana para comer até morrer.

Os franceses, entretanto, não ficam atrás. Na comédia “Delicatessen” (1991), os diretores Jean-Pierre Jeunet e Marc Caro apresentam uma delicatessen que vende nada menos do que carne humana. Mais recentemente, há de se citar “Les glaneurs et la glaneuse” (2000), que traz a história de catadores de alimentos nas feiras francesas. O filme faz parte da lista dos 1000 melhores filmes de todos os tempos do The New York Times.

Hoje, com a megaexposição dos chefs de cozinha, verdadeiros popstars, a gastronomia passou a ser protagonista no cinema. Até a animação entrou na onda. “Ratatouille” (2007) foi inspirado na história do chef francês Bernard Loiseau, que se suicidou ao descobrir que seu restaurante perderia a terceira estrela Michelin. A história traz um simpático ratinho que quer ser estrela nas cozinhas da França e acaba por ajudar um desastrado cozinheiro de brigada.

Há ainda filmes em que a comida tem um papel beirando o erótico. Caso de “Amor à flor da pele” (2000), do cineasta de Hong-Kong Kar-Wai Wong.

Durante as quase três horas do filme, um homem e uma mulher se encontram à mesa de um restaurante decadente, durante as refeições, para tentar descobrir uma possível traição amorosa de seus parceiros. Mas o par acaba se apaixonando, apesar de esse não ser seu plano inicial.